segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Marcos Frederico – Onze (2011)

O disco é composto por 11 faixas autorais incluindo parcerias com Carlos Walter, Gabriel Guedes, Gustavo Maguá e Rômulo Marques.

Para o instrumentista, a escolha do nome Onze para o segundo álbum da sua carreira tem a ver com espiritualidade e intuição. “O número onze sempre foi um número significativo para mim e o ano de 2011 foi importante para a minha vida, com conquistas pessoais e profissionais. Essa foi uma forma de registrar uma época”, confirmou o músico. Os “onzes” não param por aí, já que o disco foi finalizado no dia 11 de julho de 2011, com 11 faixas autorais.

Nesse novo trabalho Marcos Frederico contou com importantes nomes da música popular brasileira, entre eles, Chico Amaral, Flávio Henrique, Thiago Delegado, Tatá Spalla, Humberto Junqueira, Aloizio Horta e Dudu Braga. No Museu o bandolinista subirá ao palco acompanhado pelos músicos Rafael Martini (piano e acordeon), Carlos Walter (violão), Felipe Bastos (bateria e percussão) e o convidado especial, Rômulo Marques (baixo).

As músicas “Caleidoscópica” e “Esperando a Chuva”, presentes no CD, fizeram parte do repertório de Marcos Frederico na 11ª edição do Prêmio BDMG Instrumental. A primeira música é uma parceria com o violonista Carlos Walter, enquanto a outra é uma composição de Rômulo Marques e do bandolinista.

Marcos Frederico
É bandolinista integrante do grupo Siricotico e produtor musical em seu estúdio, Liquidificador.
Participou de importantes eventos nacionais e internacionais como a 16 Cúpula de Mercocidades em Montevidéu, Festa da Música, ao lado de Rômulo Marques e o cineasta francês Pierre Barouh; 3º Festival Instrumental de Guarulhos (SP); 8º Prêmio Nabor Pires Camargo Instrumentista, em Indaiatuba (SP); Show do Centenário de Godofredo Guedes, em Belo Horizonte (MG) e, Festival Musique Du Monde, em Paris. Em 2008  tocou com o grupo Belo Choro, na semana de Belo Horizonte em Buenos Aires.

Com o grupo Siricotico, apresentou-se e ministrou workshops sobre música instrumental no Festival SESC Rio, nas cidades de Nova Friburgo, Petrópolis e Teresópolis. Produziu seu primeiro álbum em 2007, intitulado Sinuca Tropical, sendo lançado no Brasil e na França, com apoio do Clube do Choro de Paris.

Assinou a trilha sonora para a campanha institucional da Vale do Rio Doce, em 2006, ganhando o primeiro lugar no concurso de jingles da rádio UFMG Educativa.  No V Prêmio BDMG Instrumental, o músico chegou ao final da seleção e, em sua décima primeira edição  foi um dos vencedores.


Preço – R$20,00

Faixas
01 – Vavin 47 – Marcos Frederico
02 – Fado Nordestino – Marcos Frederico
03 – Triângulo das Permutas – Marcos Frederico, Gabriel Guedes e Gustavo Maguá
04 – Carola – Marcos Frederico
05 – Esperando a Chuva – Marcos Frederico e Rômulo Marques
06 – Pistache – Marcos Frederico
07 – Persides – Marcos Frederico
08 – Edifício Santa Joana – Marcos Frederico
09 – Caleidoscópica – Marcos Frederico e Carlos Walter
10 – No Mar de Guarupá – Marcos Frederico
11 – Onze – Marcos Frederico

Nenhum comentário:

Postar um comentário