domingo, 17 de julho de 2011

Arion (2001)

O grupo, inicialmente batizado de Magma, surgiu em 1993 na cidade universitária de Viçosa (MG), onde realizou diversos shows, participou de especiais para a televisão e passou a ter um maior respaldo junto ao público, tendo se apresentado também em Belo Horizonte. Já contando com um instrumental refinado, a Banda adquiriu sua identidade atual com a entrada da cantora Tânia Braz, musicista formada em composição pela Escola de Música da UFMG.

O CD apresenta seis composições inéditas de membros da banda e uma releitura da canção "Natureza Mística" do compositor e poeta Thyaga (onde ele próprio canta). Sem dúvida, a voz de Tânia (extremamente talentosa por sinal) e a guitarra de Luciano são os pontos fortes do disco.

O baixo de Carlos é competente (preste atenção nos solos em Freteless). A bateria de Nelson faz a marcação, não ficando no ritmo quadrado todo o tempo e os teclados de Sérgio estão bons, mas em alguns momentos parecem estar um pouco baixos, não comprometendo o resultado final do disco. Prestem atenção também na percussão de Alexandre Reis. Assim como outras bandas, optaram por letras no idioma inglês (e uma apenas no português, no caso "Natureza Mística"). O responsável pela produção foi Gauguin (já tocou no Sagrado e produziu o Skank).

Preço – R$28,00

Faixas
01 - Eyes of Time – Sérgio Paolucci
02 - Daybreak Child – Carlos Linhares
03 - True Love – Tânia Braz
04 - Land of Dreams – Sérgio Paolucci e Bruno Sogno                               
05 - Cosmic Touch – Carlos Linhares
06 - Everyway – Tânia Braz
07 - Natureza Mística – Thyaga

Antonio Loureiro (2010)

Aos 24 anos de idade, Antonio Loureiro é compositor, multi-Instrumentista, e atua em diversas frentes musicais de Minas Gerais. Está lançando seu primeiro CD autoral que conta com a participação de grandes artistas brasileiros como André Mehmari, 5to Sugeito a Guincho, Fabiana Cozza, Marcelo Pretto e outros grandes interpretes e instrumentistas de Minas Gerais como os colegas integrantes do grupo Ramo, do qual Loureiro é baterista e compositor, Kristoff Silva, Juliana Perdigão, Sérgio Pererê, Rafael Martini e Leonora Weissmann (Quebrapedra) alem da presença do grande cantor Europeu e colaborador do projeto de Antonio, David Linx.

Recentemente realizou turnê de lançamento deste CD em Portugal e França, fazendo 8 shows com sua banda e 4 solos, tendo a oportunidade de difundir este trabalho e aprimorá-lo para sua apresentação no Brasil. Alem desta turnê, está encabeçando a produção do lançamento deste CD junto com os CDs dos grupos Quebrapedra e Ramo, em São Paulo no Auditório Ibirapuera, dia 23 de maio de 2010. Este show contará com a participação de Tatiana Parra, Benjamim Taubkin e Marcelo Pretto.
Todasa estas produções que envolvem o CD foram feitas de forma independente sem recursos de leis de incentivo.

É compositor e baterista do grupo Ramo que conquistou o prêmio Pixinguinha2009 da Funarte e com este CD o grupo conquistou o premio de melhor CD do ano de 2009 pelo BDMG Instrumental. Atua como baterista e vibrafonista da banda do compositor Kristoff Silva gravando seu 1o CD e DVD e se apresentando em varias casas importantes do Brasil e no exterior no festival SXSW em Austin-TX.
Recentemente Antonio lançou na Sala Sérgio Magnani em BH. um trabalho solo de leituras de peças do compositor Guinga para Marimba e Vibrafone.

Foi convidado por Benjamim Taubkin para fazer um “show case” na programação anexa ao 23o Congresso da ISPA para compradores de todo mundo e para se apresentar com o grupo America Contemporânea em Sabará-MG e São Paulo-SP. Essa parceria com o pianista Benjamim Taubkin rendeu um trio que se apresenta no Savassi Jazz Festival 2010 em Julho.

Formado em percussão na UFMG, com especialização em composição e teclados de percussão, pesquisa constantemente a cultura popular do Brasil, tendo-a como forte influência em sua música.

Preço – R$28,00

Faixas
01 - Vôo a Dois - Antonio Loureiro
02 - Câmara Escura – Antonio Loureiro e Makely Ka
03 - Coreira - Antonio Loureiro
04 - A Partir - Antonio Loureiro e Leonora Weismann
05 - Roda Gigante – Antonio Loureiro e Dudu Nicácio
06 - Nova – Antonio Loureiro e Gabriel Rosa
07 - A Cor do Progresso – Antonio Loureiro e Gabriel Rosa
08 - Id - Antonio Loureiro
09 - Um Início Meio e Fim - Antonio Loureiro
10 - Sentimento - Antonio Loureiro e Renato Negrão
11 - Qui nem Quiabo - Antonio Loureiro

Flávio Henrique – Pássaro Pênsil (2008)

“Pense o espaço e o pássaro lá, pênsil, parado no ar. Pense-o pairando, parando pra continuar...”
Às vésperas de completar 40 anos, o compositor Flávio Henrique lança pela Biscoito Fino seu mais importante trabalho autoral, o sétimo da carreira.

Pássaro Pênsil é um CD autoral com 14 canções, a maioria inédita, em que Flávio Henrique, no momento mais maduro e consciente de sua carreira, desfia uma série de parcerias que vão desde a mais jovem revelação da música de Minas, Antônio Loureiro, ao consagrado compositor das Gerais, Milton Nascimento. É um cardápio musical extremamente diversificado: samba, choro, bolero, jazz, clube da esquina, baião, balada, canções diversas e surpreendentes. Como diz o texto de apresentação de Benjamim Taubkin, ao contrário do que acontecia nos anos 70 e 80, nesse trabalho o compositor é quem abre espaço para novas vozes (e também novos compositores) do Brasil. As interpretações de Mariana Nunes, Kadu Vianna, Tatiana Parra, Verônica Ferriani. As Marinas, Machado e De La Riva, evidenciam que Flávio Henrique continua sintonizado e muito perto do que há de melhor na MPB contemporânea.
Neste trabalho Flávio Henrique mostra que ampliou bastante seu leque de parcerias e linguagens.

A música que dá título ao álbum traz letra do poeta Carlos Rennó, parceiro constante de Lenine e João Bosco, que se destacou por fazer interessantes versões de Cole Porter nos anos 90. A presença dos competentes Luiz Tatit, Ná Ozzetti e Celso Viáfora mostra que Flávio Henrique ganhou espaço em terras paulistas , onde vem se destacando desde 2000, ao ser finalista do Prêmio Visa de MPB. De Sampa também veio o belíssimo poema de Mãe, de Flávio e Guile Wisnik, o primogênito de José Miguel Wisnik, principal esteio da canção feita em São Paulo nas últimas décadas.

Flávio Henrique se apresenta como letrista em apenas duas canções: no divertido samba Gato de Armazém e no baião Sangue Seco, esta feita a quatro mãos com o amigo e conterrâneo Murilo Antunes. Outros destaques de Pássaro Pênsil são as canções Amor do céu, Amor do Mar (letra confessional que Milton Nascimento dedica nominalmente à Elis Regina) e Dentro de Mim Mora uns Monstro, parceria com a jovem poeta curitibana Estrela Lemynki.

Com produção artística do próprio Flávio Henrique e de Otávio Bretas, o disco traz sonoridade elaborada, com orquestras escritas por André Mehmari e Wagner Tiso, e belos arranjos de sopro assinados por Renato Goulart e pelo próprio artista em questão. As participações do cantor indiano Madan Gopal e dos músicos Arthur Andrés e Décio Ramos, ambos do Uakti, dão um tempero étnico perfeito para se juntar com a elegância do quarteto formado por Zeca Assumpção (baixo), Tiago Costa (piano) Flávio Henrique (violão) e Linconl Cheib (bateria), que sustentam toda a base harmônica e rítmica do disco.

Pássaro Pênsil traz várias participações especiais, de Zeca Baleiro à Simone Guimarães, de Leila Pinheiro a Lô Borges, de Marina Machado à Ná Ozzetti. Flávio Henrique mostra neste trabalho sua capacidade de encabeçar encontros diversos, parceiros distintos, intérpretes e músicos de gerações distintas.
O belo projeto gráfico de Otávio Bretas feito a partir de desenhos de Mônica Sartori e de um trabalho impecável do jovem fotógrafo Rafael Motta,embalam o disco.

Preço – R$30,00

Faixas
01 - Mãe – Flávio Henrique e Guilherme Wisnik
02 - Choro do fim do Mundo – Flávio Henrique e Zeca Baleiro
03 - VI – Flávio Henrique e Luiz Tatit
04 - Água Marina – Flávio Henrique e Márcio Borges
05 - Iluminuras – Flávio Henrique e Marina Machado
06 - O Pássaro Pênsil – Flávio Henrique e Carlos Rennó
07 - Só o Mar – Flávio Henrique e Tonico Mercador
08 - Sangue Seco – Flávio Henrique e Murilo Antunes
09 - Primeiro Sol – Vitor Santana e Flávio Henrique / Celso Viáfora
10 - Azul de Passagem – Flávio Henrique e Márcio Borges
11 - Amor do Céu, Amor do Mar – Flávio Henrique e Milton Nascimento
12 - Gato de Armazém – Antonio Loureiro e Flávio Henrique
13 - Juliana – Flávio Henrique
14 - Dentro de mim mora um Monstro – Flávio Henrique e Estrela Lemynski

Belini Andrade e Grupo Flor de Abacate (2004)

No ano de 2004 o grupo, já com a nova formação: Rubim do Bandolim (bandolim e cavaquinho tenor), Marcos Freitas (trombone), Sílvio Carlos (violão de 7 cordas, produção, arranjos e direção musical), Oszenclever Camargo (percussão) e Dudu Braga (cavaquinho), lançou o CD "Belini Andrade e Grupo Flor de Abacate", no qual foram incluída as composições "Beco do Choro", "Café Amargo", "Fim de Papo", "Gingando", "Tudo Errado", "Um Cavaquinho Legal", "Choramingando", "Sai de Baixo", "Juliana", "Lingua de Cigano",  "A Platibanda Verde", "Fusas nas Teclas", "Dadinho no Choro", "Ciceronando" e "Faceirinho", todas de autoria de Belini Andrade, que fez participação especial no trabalho executando sax soprano e sax tenor.

O disco também contou com as participações especiais de Wagno Gomes (clarinete) e Cícero, no acordeom.

Preço – R$25,00 - sem estoque

Faixas
1 - Beco do choro ( Belini Andrade)
2 - Café amargo (Belini Andrade)
3 - Fim de papo (Belini Andrade)
4 - Gingando (Belini Andrade)
5 - Tudo errado (Belini Andrade)
6 - Um cavaquinho legal (Belini Andrade)
7 - Choramingando  Belini Andrade)
8 - Sai de baixo (Belini Andrade)
9 - Juliana (Belini Andrade)
10 - Língua de cigano (Belini Andrade)
11 - A platibanda verde (Belini Andrade)
12 - Fusas nas teclas (Belini Andrade)
13 - Dadinho no choro (Belini Andrade)
14 - Ciceronando (Belini Andrade)
15 - Faceirinho (Belini Andrade)

Flávio Henrique e Marina Machado (1997)

Este disco mostra a parceria entre o compositor Flávio Henrique e a cantora Marina Machado (neste que é o seu primeiro registro fonográfico).

A singularidade do trabalho de Flávio somada à voz incomum de Marina resulta em um encontro bem-sucedido em prol da música brasileira.

O trabalho mostra canções do próprio Flávio além de Ronaldo Bastos, Paulo César Pinheiro e Roberto Brant, conta ainda com as participações especiais de Lô Borges, Marcos Suzano e Regina Spósito.

Preço – R$28,00

Faixas
01 - Um Desencontro A Mais (Sérgio Santos / Flávio Henrique)
02 - Lua No Dia / Olhos De Farol (Flávio Henrique / Ronaldo Bastos)
03 - Song For Vanessa (Flávio Henrique/ Robertinho Brant)
04 - Sete Estações (Flávio Henrique)
05 - Choro Livre (Flávio Henrique / Paulo César Pinheiro)
06 - Último Samba (Sérgio Santos / Flávio Henrique)
07 - Era Uma Vez Por Toda A Vida (Flávio Henrique / Murilo Antunes)
08 - Cadê O Tempo? (Sérgio Santos / Flávio Henrique)
09 - Não Tive Mais O Que Te Dar (Flávio Henrique/ Paulo César Pinheiro)
10 - Um Dia (Sérgio Santos / Flávio Henrique)
11 - A Voz Da Criação (Sérgio Santos / Flávio Henrique)

Marco Antônio Araújo – Influências (1981)

Marco Antonio Araújo era filho de Miguel e Lygia Araújo e foi criado no bairro funcionários em Belo Horizonte.

Estudou no Colégio Santa Helena e no Liceu Salesiano. Seu interesse pela música iniciou-se em 1966 e foi na praia de Santa Monica no estado do Espirito Santo onde passava férias com sua familia teve um acidente durante uma pescaria que o deixou cego de um olho. Isso nunca impediu sua evolucão na música e não representou um empecilho à sua carreira artistica.

Em 1981 edita, de forma independente, o primeiro LP, Influências, que recebe grandes elogios da crítica especializada e é divulgado com 74 shows.
O disco ganha boa receptividade fora de Minas Gerais e Marco monta uma produtora independente, Strawberry Fields, a canção dos Beatles que o fez amar o quarteto.
Edição Remasterizada

Preço – R$25,00

Faixas
01 - Panorâmica ( Marco Antônio Araújo)
02 - Influências ( Marco Antônio Araújo)
03 - Bailado ( Marco Antônio Araújo)
04 - Abertura N.2 ( Marco Antônio Araújo)
05 - Cantares ( Marco Antônio Araújo)
06 - Folk Song ( Marco Antônio Araújo)
07 - Entr Act I & II ( Marco Antônio Araújo)
08 - Floydiana II ( Marco Antônio Araújo)

Composições e Arranjos por Marco Antonio Araújo

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Conexão Vivo apresenta - Feira do Vinil e CDs Independentes

Para reunir amantes dos bolachões na capital
Após ser destaque na programação do Conexão Vivo no Parque Municipal, a Discoteca Pública realiza a  21ª edição da Feira do Vinil e CDs Independentes em galeria tradicional na Savassi, para reunir colecionadores, expositores e pesquisadores musicais

Os amantes da cultura dos “bolachões” da capital mineira tem um encontro marcado. No dia 09 de julho (sábado), das 10 às 17 horas, a Discoteca Pública realiza a 21ª edição da Feira do Vinil e CDs Independentes, na Galeria Inconfidentes, na Savassi.

O objetivo do evento é incentivar a promoção e preservação dos discos do vinil reunindo expositores de lojas especializadas, colecionadores e pesquisadores musicais. No encontro serão realizadas vendas, compras e trocas de discos de vinil em diversos formatos, desde os compactos de sete polegadas, aos discos de dez e 12 polegadas. Além dos vinis, o público também poderá encontrar CDs de artistas da música independente de diversos estados do Brasil, com um representativo e especial acervo da música produzida em Minas Gerais.

21ª Feira do Vinil e CDs Independentes

Data: 09 de julho (sábado), das 10 às 17 horas

Local: Galeria Inconfidentes (rua Pernambuco, 1.000, Savassi, BH)
Entrada franca

Informações: (31) 3036-2919 / 9215-5142