quinta-feira, 28 de junho de 2012

A Música Que Vem de Minas - 10 anos


Uma década de história musical ininterrupta! É esse o legado que, por enquanto, o blog A Música Que Vem de Minas, vem construindo para deixar a todos os admiradores de música mineira em geral. Completando dez anos de existência neste mês de junho, as velinhas estão sendo apagadas com muito orgulho e satisfação.

Com mais de mil CDs/DVDs cadastrados, o blog vem se firmando como pioneiro na divulgação da música feita em Minas e/ou por mineiros.

Sem nenhum tipo de censura prévia, o blog não abre mão de postar TODOS os CDs que aportam em seu escritório, sejam eles de nomes consagrados ou não. Essa postura ajudou muito a conquistar a credibilidade necessária para que o trabalho continuasse sem concessões.

Agora, o projeto A Música Que Vem de Minas vem publicamente agradecer a companhia fiel de todos os seguidores, amigos, clientes, artistas, parceiros, visitantes físicos e virtuais, além de agradecer antecipadamente aos futuros companheiros e seguidores.

O alimento que mantém a existência do blog é exatamente essa troca de informações entre todos os que sintonizam com a idéia de difusão da música produzida entre montanhas, com o objetivo de extrapolar fronteiras. Graças a todos vocês, ainda teremos um longo caminho pela frente.

Vida longa à Música que Vem de Minas!  

Flávio Henrique – ZELIG (2012)

Com oito discos gravados e vários prêmios no currículo, Flávio Henrique é um dos mais atuantes e requisitados músicos mineiros. Tem mais de 150 canções gravadas, e é parceiro de grandes artistas, como: Milton Nascimento, Márcio Borges, Chico Amaral Ronaldo Bastos, Fernando Brant, Vander Lee, Toninho Horta, Murilo Antunes e muitos outros. Já produziu e arranjou mais de 30 CDs de grandes nomes da música mineira.

Em seu mais recente trabalho ZELIG, Flávio Henrique se dedicou aos parceiros, músicos e intérpretes da nova geração, são treze canções de ritmos diversos, e vários convidados da novíssima geração da música de Belo Horizonte, como Juliana Perdigão, Thiago Delegado, Brisa Marques, Kristoff Silva, José Luís Braga, Elisa Paraíso, Laura Lopes, César Lacerda, Vitor Santana, Pablo Castro, Marcos Frederico, Lucas Avelar, Makely Ka e seus parceiros do grupo vocal Cobra Coral: Pedro Morais, Kadu Vianna e Mariana Nunes.

“ZELIG”
"Mimetizar é gozar a plenitude de se confundir com o mundo, sem hesitar em compartilhar com os contemporâneos as virtudes e fragilidades, assumindo os riscos da transformação de espírito aberto.
Meu ofício de compositor e produtor musical me presenteou com a oportunidade de conviver de perto com o talento, ousadia e espontaneidade de uma geração criativa e inquieta que constrói a nova cena musical de Belo Horizonte.

Esse disco é resultado de uma incubadora experimental de canções, consequência da aproximação com esses companheiros de música, uma geração múltipla e versátil com a qual eu tive a feliz oportunidade de comungar e divergir idéias, sobretudo aprender e renovar durante a construção desse trabalho.

Apesar do grande número de músicos envolvidos e da experimentação da diversidade, ZELIG é paradoxalmente um olhar interior, individual e solitário. Um projeto que nasce coletivo e se desenvolve reforçando traços individuais.
Pensamentos musicais distintos e pessoais, em torno de canções que são modernas e contemporâneas não por levantarem a bandeira de nenhuma estética, mas simplesmente por existirem nesse tempo de agora.

Divido com todos esses meus companheiros os possíveis méritos de ZELIG, e assumo sozinho o risco da idéia e o tempero dessa salada."
por Flávio Henrique

Preço – R$20,00

Faixas
01.ZELIG (Flávio Henrique / Helder Quiroga / Vitor Santana)
02.O BÊBADO(Flávio Henrique / Thiakov / Brisa Marques)
03.GARDENAL(Flávio Henrique / Thiago Delegado/ Brisa Marques)
04.PARA A RITA CADILACC(Flávio Henrique / Brisa Marques)
05.ATA-ME(Flávio Henrique / Marcos Frederico)
06.FUI(Flávio Henrique / César Lacerda)
07.ITINERÁRIO (Flávio Henrique / Marcos Braccini / Brisa Marques)
08.DIA A DIA(Flávio Henrique / Vitor Santana / Brisa Marques)
09.ÍMPAR(Flávio Henrique e César Lacerda)
10.VOVÔ DE CABELO EM PÉ(Flávio Henrique / Marcos Frederico)
11.ANJO JUNKIE(Flávio Henrique / Makely Ka)
12.DE CARNE E SONHO(Flávio Henrique / Kadu Vianna)
13.VALSA CALADA(Flávio Henrique / Brisa Marques)

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Luiz Gabriel Lopes – Passando Portas (2010)


O Luiz Gabriel acaba de lançar o seu primeiro disco solo oficial, “Passando Portas”!
Um trabalho primoroso, com destaque para a nova versão de “O Papa, o Cão, a Alfama”!
Sem palavras, só ouvindo!
Preço – R$15,00
Faixas:
01 – Durante o Futebol, Notícias Numa Fita – Luiz Gabriel Lopes
02 – Passando Portas – Luiz Gabriel Lopes
03 – O Papa, O Cão, A Alfama – Luiz Gabriel Lopes
04 – Samba Pra BH – Gustavo Amaral
05 – Night Jamming With Brazilian, Portuguese and Dutch Friends at The Park – Luiz Gabriel Lopes
06 – 21 Horas – Luiz Gabriel Lopes
07 – Amsterdam – Luiz Gabriel Lopes
08 – O Mar, O Amor, O Ego – Luiz Gabriel Lopes     

Leonardo Marques – Dia e Noite no Mesmo Céu (2012)


Conhecido na nova cena musical mineira, Leonardo Marques é integrante do Transmissor, com o qual já lançou dois discos, e também fez parte das bandas Udora e Diesel (estas, de projeção internacional). Mesmo com a liberdade criativa que o Transmissor lhe permite, involveu-se em um processo intimista de registro de seu primeiro trabalho solo, no qual assumiu desde a produção à execução de todos os instrumentos (com exceção da bateria e trombone em uma faixa).

O resultado é o CD Dia e noite no mesmo céu, um álbum que cria cenários bucólicos, românticos e solitários, cuja sonoridade caminha entre o indie folk, lo-fi, psicodelia sessentista e Clube da Esquina (do qual o CD se aproxima, segundo o artista, devido à certa "nostalgia melódica" presente em ambos). Ao todo, são nove músicas, sendo seis em português, duas em inglês e uma faixa instrumental que refletem influências e sintetizam o trabalho criativo do artista ao longo dos últimos anos no percurso entre Los Angeles, BH e o retiro em Casa Branca, onde atualmente reside.

Preço – R$20,00

Faixas:
01 – Acordei – Leonardo Marques
02 – A Cor – Leonardo Marques
03 – Across The Sea – Leonardo Marques
04 – Linha do Trem – Leonardo Marques
05 – Day Mind Travel – Leonardo Marques e Geraldo Côrtes
06 – Só Distração – Leonardo Marques e Artênius Daniel
07 – Sorriso Seu – Leonardo Marques e Jennifer Souza
08 – Não Vai Amor – Leonardo Marques
09 – Vermelho da Manhã – Leonardo Marques

Grupo Espírita Estrela do Oriente – Cantigas de Umbanda (2006)


 
"Cantigas de Umbanda" - cântigos afro-brasileiros, com louvores aos orixás, divindades africanas e entidades da umbanda. As 22 faixas do disco foram gravadas ao vivo, no local, sob a coordenação de Henrique Perret Neto.

Preço – R$20,00

Faixas:
01 – Introdução
02 – Preces
03 – Exu
04 – Almas
05 – Defumação
06 – Pemba
07 – Ogum
08 – Oxossi
09 – Xangô
10 – Obaluaiê
11 – Iansã
12 – Oxum
13 – Iemanjá
14 – Nana
15 – Oxalá
16 – Nossa Senhora do Rosário
17 – Preto-Velho
18 – Caboclo
19 – Boiadeiro
20 – Marinheiro
21 – São Cosme e São Damião
22 – Encerramento

Jorge Dikamba – Dono do Tempo (2012)

Pesquisador das culturas brasileiras e multi-instrumentista autodidata, Jorge também é escritor e historiador e especializado no congado mineiro. Há 13 anos, exerce atividades junto a grupos de cultura popular em Minas Gerais.
Resultado de anos de vivências musicais, o CD Dono do tempo traz no repertório canções autorais, que mesclam elementos do jazz, da música regional, dos ritmos afro-brasileiros e dos folguedos populares.
Preço – R$20,00

Faixas:
01 – Mais Uma Vez
02 – Verde Mundo Azul
03 – Encantamento
04 – Crisálida
05 – Ananás
06 – Folguedos de Quintal
07 – Boi da Estrela
08 – Sozinho
09 – Dono do Tempo
10 – Carícia
11 – Lágrima e Terra
12 – Liberdade, Igualdade, Dignidade
13 – De Candombes e Banzos

Todas as composições de Jorge Dikamba

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Banda Zazu – O Que Está No Ar (2012)

Agora o CD está pronto, então decidi escrever um pouco sobre a felicidade que é gravar um Disco Autoral com recursos da lei de incentivo e com uma equipe tão massa que ajudaram a colorir nossa história; Desde que conheci a banda Zazueira em meados de 2004, sempre tive muita vontade de tocar com eles, pois além de serem a banda mais atuante no cenário betinense, também tinham um brilho especial; nessa época eu estava começando a frequentar a noite e as festas da cidade e também me embrenhando pelo universo musical como "percussionista' das bandas Erva Nativa, Forró Cabruêra, Caramuru e Trio Farinhada.

Um dia por acaso fui até o bar do parafuso e lá por acaso conheci o Café, a gente conversou um pouco sobre música, sobre a banda e ele perguntou se eu tocava, disse que sim e dai uns dias ele me convidou pra um ensaio da Zazueira, fiquei muito feliz e quando cheguei na casa do Bruno lá estavam o João e o Ramon, percussionistas, o Café e o Magá. A banda estava reestruturando as coisas porque o David também percussionista havia mudado para Austrália. Pra minha surpresa eles me convidaram para fazer parte da Zazueira, só que tinha um probleminha eu ainda era muito amador e eles já tinham uma estrada de quatro anos. Aceitei o convite e consegui comprar alguns instrumentos, frequentando algumas rodas de samba, tocando forró e ouvindo algumas opiniões eu fui me constituindo percussionista; Fizemos bons e inesquecíveis shows juntos e depois de várias mudanças acabamos nós três, Café, Magá e Eu. Daí então a banda passou a se chamar ZAZU, fizemos mais alguns shows e por fim acabei indo morar em BH por impulso da banda; foi dai que realmente comecei a estudar percussão e a vivenciar outras artes.

Depois de um tempo demos uma parada natural e seguimos um para cada lado; mas tocando esporadicamente já que música é alimento .. O fato é que depois de uns anos juntos, novamente sobre a alcunha de uma lei de incentivo decidimos profissionalizar a banda e com a ajuda do nosso amigo Rodrigo L. Ratão, conhecemos o Sanráh, ele foi o escolhido para produzir o nosso primeiro trabalho que foi construído na base de amizade e de encontros e desencontros que foram de onde surgiram nossas músicas e inspirações para buscar nossa realização pessoal.

O processo de gravar um CD foi muito rico pra mim, pude aprender que as coisas devem ser simples e que tudo deve estar muito bem organizado, pois o processo depende de muita gente e como todo trabalho só funciona se for em equipe; desde que nos reunimos em Esmeraldas-MG, no Sitio do Dê, para selecionar as 13 músicas, pude perceber a seriedade do trabalho, chegamos numa lista de 22 músicas, mas a lista oficial só veio depois da conversa com o Produtor e com algumas pessoas que estão ao nosso lado ... Depois de escolhidas gravamos as guias violão e voz, e começamos então a decidir como seria construída a música: instrumentos, letra, arranjos, etc; os músicos foram agregando valor ao trabalho, por fim estamos com um time de primeira: Sanráh- Produtor Musical; Ratão e Werley- Técnicos de gravação; Less Paul- Bateria; Davi Lanes- Baixo; Flavio Barreto- Teclados e mais algumas participações: Perreira da Viola, Marcos Flávio, Vitor Brasil, Celso Morreti e Claudio Zoli.

Cada processo me surpreendeu de forma positiva, ver as músicas criando vida própria; muitas vezes até me causando estranheza, mas sempre com muito profissionalismo e seriedade; a história da bandaZazu se confunde com a história da minha vida, por isso estar chegando ao fim dessa etapa pra mim é uma grande realização, pois juntos com meus amigos CaféZazu e MagaZazu, e com outros amigos, construímos essa linda história que ainda esta sendo rascunhada na música brasileira ...

Preço – R$25,00

Faixas:
01 – Arredio
02 – Carro de Boi
03 – Se Eu Fosse Deus
04 – Mi Pequena
05 – Clichês
06 – Jogo Perdido
07 – O Que Está No Ar
08 – Cabelo Enrolado
09 – Gaiola
10 – Pele
11 – Mandacaru
12 – Mar Mar Amar O Ar
13 – Sapo Cururu

Todas as músicas de Zazu

Rafael Dias – Identity (2011)


Aos 15 anos de idade ja tocava profissionalmente em bares da sua cidade, Festivais e outros eventos. Aos dezessete fez parte do projeto "MAnifesto Primeiro Passo”, Nesse mesmo ano participou do festival " Circuito de bar" ficando em terceiro lugar. Em 2006 participou do álbum " Identidades" produzido por Chico Amaral. Em seguida gravou seu primeiro single, intitulado Caos, com 5 músicas. E continuando a batalha em 2008 Rafael e selecionado no projeto " Vozes Do Morro" e grava seu primeiro video clipe intitulado 22 de fevereiro.

Em 2009 Rafael parte para uma temporada na Inglaterra,Formando o "LIVE BRASIL" trio com N'sherife um virtuoso baixista angolano e Elias Manolios Baterista moçambicano radicado em UK, o trio tinha um estilo próprio passando pelo Jazz, Latin pop, e ritmos africanos. Se apresentaram em diversos festivais e eventos em todo Reino Unido.

2010 Dias retorna ao Brasil, o álbum ,produzido por Paulo Costa no LP estudo em BH. o álbum intitulado " Identity" teve participação de musicos Baianos, mineiros O cantor Cubano cubanito e o rapper Brasileiro radicado nos estados Unidos LIw dawg, o álbum foi masterizado por Ricardo Garcia- Magic Master no Rio de Janeiro. Rafael canta em português, inglês, espanhol e humbundo (dialeto do norte de Angola) trabalho no qual Rafael dedica a todos imigrantes pelos países onde passa.

Preço – R$15,00

Faixas:
01 – No One is Illegal/Feat. Lil’Dawg – Rafael Dias
02 – Maria – Rafael Dias
03 – La Luna/Feat. Cubanito – Rafel Dias
04 – Te-Te-Te – Rafael Dias
05 – Me And You – Rafael Dias
06 – I Belivied In You – Rafael Dias e DJ Franco Carioca
07 – Cativeiro.Humbiumbi – Rafael Dias e Public Domain
08 – Capoeira – Rafael Dias

Caparelli & Coura – Aos Contrários (2012)


Aos Contrários é uma parceria das cantoras, compositoras e atrizes Adriana Capparelli e Letícia Coura. Gravado no Estúdio dos Gatos em 2010/2011, tem produção musical de Fabio Tagliaferri e participações especiais de Arthur Nestrovski no violão, Guilherme Kastrup na percussão e Bocato no trombone, entre outras.

No repertório, parcerias das artistas com Zé Celso Martinez Correa, Beatriz Azevedo, Vadim Nikitin e Julia Ribas, além do clássico Molambo, de Jayme Florence e Augusto Mesquita.

Preço – R$25,00

Faixas:
01 – jeanne Moreau – Adriana Caparelli, Letícia Coura e José Celso Martinez
02 – Sem Tradição – João Luis Nogueira, Júlia Ribas e Letícia Coura
03 – O Sol de Maiakovski – Adriana Caparelli e Beatriz Azevedo
04 – Triste Quente – Adriana Caparelli e Vadim Nikitin
05 – Deserto – Adriana Caparelli e Letícia Coura
06 – Faixa de Gaza – Adriana Caparelli e Rodrigo Trindade
07 – Nick Name – Letícia Coura
08 – Carente – Adriana Caparelli e Letícia Coura
09 – Será Que Você Perdeu – Letícia Coura

Caparelli & Coura – Ao Contrário (2012)


O CD Ao Contrário é uma parceria das cantoras, compositoras e atrizes Adriana Capparelli e Letícia Coura. Foi gravado no Estúdio dos Gatos em São Paulo, com produção musical de Fabio Tagliaferri em 2010/2011, e participações especiais de Marcelo Pretto na voz, Bocato no trombone, Tuco Marcondes na guitarra, e do ator Marcelo Drummond. No repertório, além de composições próprias, o clássico Amendoim Torradinho, de Henrique Beltrão.

Preço – R$25,00

Faixas:
01 – Ao Contrário (Berlin) – Adriana Capparelli e Letícia Coura
02 – Ylang Ylang – Adriana Caparelli e Letícia Coura
03 – Debaixo D’água – Adriana Caparelli e Letícia Coura
04 – Amendoim Torradinho – Henrique Beltrão
05 – Bam Bam Bam – Letícia Coura
06 – Bicicleta de Krk – Letícia Coura
07 – Círculo Polar – Adriana Caparelli
08 – Estrela Escura – Letícia Coura
09 – A Estrela – Adriana Caparelli
10 – Matarazzo – Rafael Camargo
11 – Mulher de Pescador – Letícia Coura