terça-feira, 8 de maio de 2018

Dolores 602 - Cartografia (2018)

“Cartografia” começou para a banda mineira Dolores 602 antes da música. A canção que batiza o primeiro “álbum cheio” do conjunto, formado apenas por mulheres, sucedeu uma ideia mais ampla. “A escolha do nome foi mais por uma ideia geral do termo. Cartografar, para nós, é algo que nunca está finalizado. Quando você descreve uma região ou uma relação entre dois seres, você está cartografando. Descrever é colocar-se, expor-se, é cartografar. Isso nunca acaba e é lindo, é do humano”, explica Camila Menezes.

Ao lado de Débora Ventura, Isabella Figueira e Táskia Ferraz, Camila é uma das responsáveis pelas dez canções autorais do trabalho, que também traz outras parcerias. “São músicas e letras simples, sonoridades que mexem com as nossas sensações, expondo nossos sentimentos, mas que no fundo falam de coisas do dia a dia, com as quais muitas pessoas podem se identificar”, aposta a artista.

A faixa-título já tem clipe em rotação na internet. “Inicialmente é a cartografia de um sentimento de amor, mas abre espaço para a discussão política sobre a liberdade e o respeito à diversidade humana”.

Preço – R$28,00

Faixas:
01 - Cura Meu Olhar - Camila Menezes
02 - Ponto Zen - Táskia Ferraz, isabelita Figueira, Miro Machado, Camila Menezes e Emília Aidar
03 - Astronauta - Camila Menezes
04 - Cartografia - Camila Menezes
05 - Joy - Táskia Ferraz
06 - Voo - Débora Ventura, Emília Aidar e Táskia Ferraz
07 - Seu Azul (Para Lori) - Camila Menezes, Débora Ventura e Isabella Figueira
08 - Maior - Táskia Ferraz e Camila Menezes
09 - Outono - Táskia Ferraz e Miro Machado
10 - Dolores - Camila Menezes
11 - Petit A Petit - Débora Ventura e Emília Aidar

Um comentário:

  1. The information of your blog is very interesting, I am interested in them. You can check out my instrument here: mua piano cũ giá rẻ

    ResponderExcluir